Terras Jurassicas

Terras Jurassicas
Quando Eles Mandavam

26 de dezembro de 2009

A Mais Incrível Batalha: Tyrannosaurus x Triceratops !!!

TRICERATOPS X TYRANNOSAURUS
De um lado, o maior, mais incrível e poderoso dinossauro ceratopssaurideo. Do outro a melhor e mais eficiente máquina de matar da natureza.

ARMAS:



O Tricerátops com seus chifres acima dos olhos com cerca de 1 metro de comprimento e 60 cm de espessura, e o central, com cerca de 18cm.





Os T.rexes e suas monstruosas mandíbulas de mais de 1 metro, com dentes curvos e serrilhados de mais de 20cm, com sua potência de mordida de quase 5 toneladas de pressão, capaz de rasgar carne e estraçalhar ossos.

Há mais de 65 milhões de anos, essas duas criaturas poderosas e fantásticas se encontravam e travavam batalhas letais e mortais pela paisagem do final do período cretáceo.
Breve Explicação: Os Triceratops viviam em bandos grandes, onde os machos lutavam entre si para decidiram quais eram os mais fortes eram, que liderariam o rebanho, que contava com animais mais velhos e fracos, as fêmeas, menores e mais frágeis e os filhotes, ainda fracos, pequenos, indefesos e sem nenhuma experiência em batalhas.

É provavel que os Tyrannosaurus tambem viviam em grupos, porém menores, como pequenas famílias, onde existiam apenas macho, fêmea e filhotes. Mas, como eram os principais predadores em cena, e o topo da cadeia alimentar, suas pequenas famílias eram letais, até mesmo para os poderosos Triceratops.

Provavelmente esses pequenos grupos de Tyrannosaurus caçavam e procuravam encurralar a presa, geralmente menor. Mas e se o alvo fosse um filhote de Triceratops, ou um membro mais fraco do grupo dos mesmos. Uma coisa é certa: Um T.rex é poderoso, um grupo deles é Imbatível. Os Triceratops seriam encurralados numa emboscada e mesmo estando em maior número, teriam dificuldades de se defender, defender uns aos outros e o grupo como um todo.

Formariam uma espécie de muralha de chifres espessos e afiados, contando com os maiores e mais fortes animais do grupo, colocando os mais frágeis e pequenos no meio dessa "muralha".

O T.rexes não se intimidariam e atacariam, buscando um elo mais fraco ou talvez, uma brecha despercebida e oportunista. E os T.rexes não são simples carnívoros, são os mais fortes e robustos dentre todos os animais. Caso o ataque fosse bem-sucedido, um Triceratops mais fraco, ou até mesmo um filhote, seriam abocanhados provavelmente mortos.

Os outros Triceratops iriam contra-atacar com seus super chifres e eis o que podia acontecer:

Se o T.rex fosse mais rápido, ele atacaria com uma mordida prendendo os chifres do Triceratops, deixando o fora de combate torcendo seu pescoço para o lado, derrubando-o no chão. Ele teria duas alternativas: Quebrar o pescoço da presa, matando-a instantaneamente, ou então puxar o Triceratops para sua direção ou pisar sobre os chifres, segurar-lhes com as garras da mão, para depois morder-lhe o pescoço, enquanto o Triceratops se encontra caido no chão, esmagando os ossos e músculos do mesmo.

Se o Triceratops se antecipasse ou fosse mais esperto, ele poderia fazer duas coisas: Tentar desviar do ataque do T.rex e golpea-lo na cabeça ou pescoço, ou então, corresse numa investida de cerca de 30 km/h, impulsionado pelas quatro maciças patas, com suas possíveis mais de 10 toneladas, e feri-se o T.rex, mesmo que não o matando, a um grau de lesão que faria com que o T.rex desistisse do ataque e se afaste.

Estes são os prováveis rumos que a luta teria. Como sendo o maior e mais poderoso carnívoro, o Tyrannosaurus teria mais chance de vencer:
Bom então é isso, até a próxima batalha, ou o próximo post !!!



Acima, imagem exposta em Museu, onde os dois gigantes se encontram: T.rex x Trike

25 de dezembro de 2009

Carcharodontosaurus: O Terror Norte-Africano !!!







Há cerca de 90 Milhões de anos atrás, no Norte da África, onde hoje se encontra o Deserto do Saara, caminhava pela terra, estremecendo-a o Carcharodontosaurus saharicus, um dos cinco maiores animais carnívoros do mundo, e com toda certeza o maior e mais feroz daquela região, naquela época.
Nesta imagem, O Carcharodontosaurus enfrenta o Spinosaurus, para ver quem tera o direito a presa, um Aegyptosaurus.

O Carcharodontosaurus foi encontrado ao redor de 1915, na região do Saara. Porém, na época, poucos fósseis foram encontrados, o que dificultou a descrição exata e precisa do mesmo.

Desde então ele era conhecido como Megalosaurus saharicus, por ter uma estrutura próxima ao do Megalosaurus do Jurássico. Era dito como um carnívoro média de 8 a 10 metros de comprimento por 3.5 de altura e peso em apenas 3 toneladas.

No entanto, o paleontólogo Paul Sereno encontrou em 1996, na mesma região um crânio de cerca de 1.63 metros de comprimento, com algums vértebras e poucos ossos. Com o achado, tudo o que se pensava saber sobre esse animal mudou. Por exemplo, seu nome mudou para Carcharodontosaurus saharicus, homenagem ao grande Tubarão-Branco, o maior predador dos mares atuais, assim como era, na Terra, o Carcharodontosaurus na África do Cretáceo, além do fato do Carcharodontosaurus ter dentes muito parecidos com os do Tubarão, e terem cerca de 15 cm de diferença.
Seu tamanho, primeiramente foi estimado em 15 metros de comprimento por 5.5 de altura e cerca de 10 toneladas, o que o tornaria o maior carnívoro.

Mas, as estimativas estavam exageradas, porém ele ainda era muito grande, com algo entre 12 a 14 metros de comprimento por 5 metros de altura e cerca de 7 ou 8 toneladas. Era muito parecido com o Giganotosaurus da América do Sul, porem, apos estudos mais minunciosos, constatou-se que ele teria um peso menor que do Giganotosaurus, seu parente mais próximo, sendo mais rápido e ágil, afinal, o Giganotosaurus enfrentava os imensos herbívoros Argentinosaurus, enormes como montanhas e pesado como uma baleia, enquanto que o Carcharodontosaurus abatia presas menores e mais ágeis, como Deltadromeus e Aegyptosaurus.

O poderoso Carcharodontosaurus tinha um crânio mais largo e alto, com focinho mais amplo, dentes menores e mais frágeis do que os do Tyrannosaurus rex. Isso se deve ao fato do Carcharodontosaurus ser mais primitivo que o T.rex, tendo um crânio mais frágil e mandíbulas um pouco menos potentes. Seu pescoço era curto e musculoso, preparado para aguentar o impacto dos ataques mortais dessa enorme e temida fera. Os braços eram fortes e terminavam em mãos com três dedos dotados de garras afiadas, como no Alosaurus, que auxiliavam para rasgar a carne e segurar a presa.

Provavelmente era muito mais rápido que a maioria dos predadores de tamanho semelhante, talvez alcançando mais de 40km/h em curtas distâncias. As pernas eram grossas e potentes, a cauda comprida e fina, contrabalançeando o peso do restante do corpo. Em comparação com os Tyrannosaurideos, os Carcharodontosaurus possuiam corpo menor e mais leve, pescoço mais curto e cabeça maior, com a cauda sendo mais comprida.
Outro enorme terópode que vivia na mesma região e na mesma época, era o famoso Spinosaurus aegyptiacus, que era tão grande e talvez até mais ágil, porém menos poderoso que o Carcharodontosaurus. Provavelmente essas duas espécies travavam batalhas até a morte por comida.
Dados da Fera:
Nome: Carcharodontosaurus saharicus
Significado: Réptil com Dentes de Tubarão do Saara
Tamanho: 12 a 14 metros de comprimento, 4 a 5.5 metros de altura e 6 a 8 toneladas de peso.
Época: Norte da África, há cerca de 90 milhões de anos atrás
Fatos: Um dos maiores e mais ferozes carnívoros já encontrados, perdendo apenas para Giganotosaurus e Tyrannosaurus, sendo provavelmente mais ágil que ambos. Era excelente caçador, o topo da cadeia alimentar de sua época. Embora muitos acreditam que ultrapasse os 14 metros e 8 toneladas, enquanto outros, que chegava a no máximo 13.5 metros e 7 toneladas.

Feliz Natal !!!!



Feliz Natal a todos os fãs de dinossauros, as mais incríveis criaturas que já caminharam sobre a Terra.
E mais, vem aí: Mais da seção Dados da Fera, com biografia dos maiores e mais espetaculares dinos da história; e ainda; T.rex x Triceratops...quais são os possíveis resultados dessa poderosa batalha, e muito mais !!!!

22 de dezembro de 2009

Alosaurus: O Rei Máximo do Jurássico !

Esse era o aspecto do poderoso Alosaurus, o leão do Jurássico.

Mesmo tendo um terço da massa de um saurópode, como os Brachiosaurus por exemplo, os Alosaurus não se intimidavam e caçavam até mesmo os maiores animais a vaga pela terra naquele período.

O Alosaurus é um dos mais famosos dinossauros carnívoros, devendo sua fama a seu grande tamanho e forma modificada, sendo leve para seu tamanho, o que indicaria um corpo atlético e com toda certeza velocidade nos ataques e na perseguição a presas.

Ele dividiu a paisagem do Jurássico com outras feras enormes, como o Torvosaurus e Ceratosaurus, mas foi o maior e com toda certeza o mais feroz dinossauro desse período.

Fora encontrado em 1878, muito antes do Tyrannosaurus rex.

Era extremamente grande e musculoso, possuía um crânio pequeno e achatado em relação ao corpo, não chegando a 1 metro de comprimento. Suas mandíbulas eram bastante potentes, seus dentes eram cônicos e serrilhados, prontos para dilacerar a carne das vítimas como papel.

Possuía um pescoço curto e forte, pronto para aguentar o impacto do ataque. Suas mãos eram grande e seus braços tambem, dotados de mãos com três grandes e potentes garras, que deveriam ser suas principais armas. As pernas eram musculosas e grandes, e sua cauda era comprida e fina.

Era um animal muito leve para seu tamanho avantajado, e provavelmente qualquer dinossauro que tentasse defender-se do ataque de um Alosaurus, que com certeza era muito rápido, teria dificuldade, qualquer que fosse o tamanho do dino.

O Allosaurus é uma das mais bem sucedidas formas carnívoras, e é o carnossauro que tem dominância em números de fósseis encontrados. Ele era extremamente grande e feroz, e as evidências mostram que viviam em grupos, como outros carnívoros menores. É considerado o leão do Jurássico.

Os Saurópodes podiam ser de 2 a 3 vezes maior e com mais massa corpórea do que um Allossauro, porem eram caçados e dilacerados pelos mostros jurássicos. Ele tinha uma cabeça fina e estreita, pescoço musculoso curvo em forma de "S", e dentes curvos e serrilhados, porém não conseguiam engolir e triturar ossos, então eles mordiam e mastigavam enormes pedaços de carne da vítima. Para se ter uma idéia do método de ataque desse monstro, ele mordia a vitima, geralmente no pescoço ou na cabeça, e segurava com o poderoso pescoço, enquanto isso, usava as poderosas garras para segurar e rasgar a pele e carne da vítima, e provavelmente quebrava o pescoço da vítima, ferindo-a gravemente, e em muitas vezes matando-a.

Dados Da Fera:
Nome: Allosaurus maximus
Tamanho: 10 a 12,2m de comprimento, por até 4.5m de altura e peso em 2.5 toneladas.
Época: Jurássico, na América do Norte
Fatos: Um dos mais ferozes animais, foi durante muito tempo considerado como o maior carnívoro. Perdeu este posto para o T.rex, em 1905, porém é até hoje um dos maiores carnívoros. Foram encontrados mais de 60 esqueletos, a maioria, quase completos. Com certeza um dos mais assustadores e poderosos. Evidências apontam que talvez pudessem ultrapassar o tamanho de 12 metros, atingia algo como 12.5 a 14 metros de comprimento e peso em 4.5 toneladas

21 de dezembro de 2009

Tarbossauro: O Primo Asiático do Rei dos Dinos !

Comparação de Tamanho do Tarbosaurus baatar, em seu tamanho máximo, com um homem.


Era assim que se parecia o Tarbosaurus, um dos maiores e mais potentes dinos carnívoros.
Num rápido olhar para esse temido e poderoso animal, rapidamente lembrariamos do Rei, Tyrannosaurus rex, mas não se engane, trata-se do parente asiático do rei dos carnívoros.
O Tarbosaurus é tão parecido com o T.rex, tanto em aparência quanto em tamanho que muitos especialistas os classificam como sendo do mesmo gênero, porém de diferentes espécies(T.rex e Tyrannosaurus baatar).
Mas, marjoritariamente, os especialistas tendem a classificálos como espécies diferentes.
O Tarbosaurus atingia o tamanho de um ônibus urbano, o peso próximo ao de um elefante asiático e a altura de um prédio de quase três andares.
Essa espécie quando descoberta revelou uma importante descoberta: a existência de carnívoros extremos como o Allossauro, Megalossauro e Tiranossauro, tambem na Ásia. Ele foi encontrado na Mongólia e na China, e é o animal mais próximo do T.rex, vivendo no mesmo período.
Quando achado, foi nomeado como Tyrannosaurus bataar, mas depois perceberam que não era um Tiranossauro, e sim algo perfeitamente igual, grande e poderoso, porém de outro gênero, o Tarbossauro. Depois de alguns anos, foram encontrados novas espécies do gênero Tarbossauro, que hoje em dia ganha em quantidade do gênero Tiranossauro.
Apesar da confusão eles são espécimes diferentes, mas muito ligados entre si, assim como por exemplo Afrovenator e Allossauro. O Tarbossauro possuia uma cabeça maior do que a do Tiranossauro(chegava a 1.7m), bastante grande para seu tamanho, sendo a maior entre os carnívoros. Outra diferença era de que o Tarbosaurus era mais leve que o T.rex, provavelmente mais rápido,(talvez fosse rápido por curtas distâncias, e andasse por outras muito longas), tão feroz quanto ele(ou até mais), tinha braços mais curtos que do primo Norte-Americano, apresentando um corpo mais curto, baixo e compacto, porem igualmente forte e robusto. Tinha fileiras com 27 dentes cônicos e serrilhados, que eram substituídos se o animal perdesse alguns em batalha.
A potência de sua mordida era tão potente quanto a do T.rex e seus dentes chegavam a 15 cm, eram grossos e serviam para dilacerar carne e estraçalhar ossos, até mesmo as carapaças mais duras, como dos anquilossaurídeos que viviam em seu tempo.
Provavelmente, nessa espécie, os braços ficaram mais curtos e leves, para contrapor a cabeça grande e relativamente leve, o que tornaria o Tarbosaurus mais leve e rápido, tornando seu ataque com as potentes mandíbulas, ainda mais fatal e eficaz. É como se nem precisasse dos braços. Tinha pernas muito grossas e musculosas, além de uma cauda mais curta que do T.rex, mas podendo ser até mais grossa, para contrabalancear a cabeça e fornecer equilíbrio ao animal.
Inicialmente, algumas literaturas o descreviam com o mesmo tamanho, ou ainda maior que o majestoso Tiranossauro, pelas análises crâniais, e por terem pensado que tratava-se de uma nova espécie de T.rex.
Talvez fosse O único que poderiam ser comparado, em robustez e principalmente em força, com o mega-predador que é o Tiranossauro. É bastante conhecido, mas não recebe o devido respeito que seu tamanho e força tinham. Este, além de um dos maiores, é de longe um dos mais poderosos e destrutivos predadores do mundo.
Dados Da Fera:
Nome: Tarbosaurus bataar
Significa: Réptil que causa espanto
Tamanho: 10 a 12m de comprimento, altura em 4.5 a 5m e peso em cerca de 5 a 7 toneladas
Época: Cretáceo, na Ásia
Fatos: Um dos maiores carnívoros, muito semelhante a Tiranossauro. Podia talvez até atingir cerca de 13 a 14m de comprimento. Era bastante robusto. Faz parte dos animais que reinam no topo dos grandes carnossauros. Possuí o maior crânio completo de carnívoro.

20 de dezembro de 2009

MOR 008: O Maior Crânio Completo de T.rex do Mundo !

Hoje vou falar brevemente deste crânio da imagem acima: O Maior Crânio de T.rex do Mundo. Até alguns anos atrás, era comum encontrarmos em livros e enciclopédias , que o T-rex possuía um crânio de cerca de 1.2o metros a, no máximo, 1.40 metros de comprimento, o que indicaria, pelas analises craniais, que os T-rex atingiam um comprimento total de cerca de 11 a 13 metros de comprimento.
No entanto, este crânio acima, conhecido como MOR 008, fora encontrado em 1965, em Montana. Mas, ocorre que apenas em 2006(mais precisamente em 9 de abril de 2006), Jack Horner, o grande herói e vilão da paleontologia(para os fãs do T-rex, pelo menos), apresentou-o ao mundo, após anos de estudo minuncioso sobre ele.
O mais interessante é que MOR 008 pesa mais de 270 kg e tem ao redor de 1.53 metros de comprimento, apresentando dentes poderosos e grandes, de mais de 20 cm. O animal completo, teria entre 14.1 e 14.7 metros de comprimento, pesaria provavelmente 8 ou 9 toneladas e teria cerca de 6 metros de altura, sendo um dos maiores Tyrannosaurus rex do mundo, porém não um fóssil completo.
Apesar de imenso, existem pelos menos 2 crânios incompletos que são maiores, passando, se fossem completos, de 1.70 metros.
Se vocês prestarem bem atenção na foto, verão que se trata do T-rex do filme "Uma Noite no Museu".

Bem-vindo as Terras Jurassicas

Todos já ouviram falar da época em que o mundo era dominado pelas maiores e, com toda certeza, as mais fascinantes e aterradoras formas de vida que um dia já caminharam sobre o velho Planeta Terra: Os Dinossauros. Aqui fica um espaço em que pretendo abordar sobre os mais variados assuntos, desde de descrição de espécies, períodos e coisas do gênero, até "Dino-Duelos", muitos os quais, mesmo fictícios, sendo muito divertidos, interativos e recheados de informações embasadas nas mais importantes enciclopédias, sites e na opnião sobre os mais variados especialistas do gênero. Sejam Bem-vindos as Terras Jurássicas !!!!