Terras Jurassicas

Terras Jurassicas
Quando Eles Mandavam

6 de janeiro de 2011

Espinossauro: O Carnossauro Modificado



Spinosaurus aegypticus/marrocanus

Hoje vou falar sobre o mais controverso dentre todos os dinossauros, o Spinosaurus ou “Espinossauro”.

Há duas espécies de Espinossauro reconhecidas dentro do gênero, o marrocanus, menor, e o aegypticus, maior e com certeza, mais famoso.

O Espinossauro nomeia um tipo de carnossauro modificado e diferenciado dos demais, pois possuem características muito peculiares, como por exemplor: Uma barbatana nas costas, que alguns acreditam servir para atrair fêmeas ou controlar a temperatura corporal; cabeça comprida, com uma boca alongada e focinho fino, parecido com um jacaré, dentes retos, pequenos e pouco letais(se comparados outros carnossauros); braços realmente grandes e dotados com garras poderosas, espessas e compridas.

Alguns espinossaurídeos, como por exemplo, o Baryonix, não possui barbatana nas costas, e outros como o feroz Suchumimus, talvez muito mais feroz que o Espinossauro, mesmo sendo menor, possuem uma barbatana menor.

Os dentes do Espinossauro, quando comparados com outros enormes terópodes, como Tyrannosaurus ou Carchadontosaurus, são muscularmente menores, mais frágeis e mais retos, assim como as mandíbulas do Espinossauro são mais frágeis e sua estrutura física geral, mais delicada. Ao contrário do que muitos especialistas dizem, provavelmente o Espinossauro era rápido e leve, uma vez que seu forte não seria a robustez física, mas sim, a agilidade.
Outro ponto a ser explicado é o tamanho da ‘caixa cranial’, pequena e comprida, um sinal de que tratava-se de espécie primitiva e pouco desenvolvida, portanto, não muito inteligente, como a grande maioria dos Carnossauros.

Sua visão não era esteroscópica, como por exemplo a do T.rex, portanto isso podia torná-lo um predador menos eficiente. Por ter mandíbulas mais frágeis que outros terópodes, como por exemplo o Carcharodontosaurus saharicus, seu contemporâneo africano há cerca de 90-95 milhões de anos atrás, há quem diga, e são muitos, que esse animal na verdade era um ‘dino pescador’, afinal não teria uma mordida tão potente, nem dentes fortes o suficiente para detonar ossos de suas presas. Apesar disso, poderia ser adversários ferozes e "durões" numa batalha corpo a corpo, já que, mesmo tendo dentes mais fracos, seus braços e garras poderiam ferir o Carcharodontosaurus gravemente.

Alguns acreditam que comia apenas peixes e pequenos répteis marinhos, enquanto outros, que ele optaria por dinossauros menores e mais fracos. Há também a parcela dos que acreditavam que fossem super predarores, fato que carece de evidências, porém talvez fossem capazes também de batalhar e abater enormes crocodilos pré-históricos.

Descoberto em 1912 no Norte do Continente Africano, este dinossauro diferente e magnífico fora levado até a Alemanha, por seu descobridor, Stromer, para ser devidamente estudado e analisado. Logo que foi encontrado, percebeu-se que era muito grande, pelos menos para aquela época, e seu comprimento fora estimado em cerca de 8 metros de comprimento.

Mesmo assim, alguns o descreviam como tendo até 10 ou 12 metros de comprimento, numa época em que Allosaurus e Tyrannosaurus eram os maiores carnívoros isolados, com quase 12 metros.

Primeiramente há de ser esclarecido o seguinte: Nunca, nenhum esqueleto completo, semi-completo ou mesmo contendo o suficiente de ossos foram encontrados, apenas fragmentos de crânio, algumas vértebras e alguns ossos.

Assim fica um pouco difícil especificar ou mesmo estimar o tamanho correto de um animal extinto há cerca de 100 milhões de anos. Em 18 anos que estudo e me interesso cada vez mais por dinossauros, escuto muitos falando sobre análises ósseas e craniais de ‘tal dinossauro’.

Até aí, tudo bem, mas ocorreu que durante a 2ª Guerra Mudial, os tais ossos encontrados foram destruídos por bombas que tinham como alvo a cidade de Berlin, capital Alemã.

Desta forma, tais ossos foram destruídos e novos estudos mais detalhados não foram feitos e os primeiros, mal foram concluídos. Após algum tempo, esse dinossauro um tanto quanto esquecido pelo público e pela maioria dos fãs, reapareceu, quando no final dos anos 90 e começo dos anos 2000, surgiram novos fatos e evidências que colocariam esse animal no topo do páreo para saber quem é o maior dinossauro carnívoro a caminhar pelo velho planeta Terra.

Então, alguns estudos, baseados nas análises craniais, revelavam animais que pudessem exceder não somente os 12, mas os 14, depois 15 e finalmente alcançar os 17 metros de comprimento. Muito não? Principalmente para um Dino ‘desconhecido’, já que poucos ossos foram encontrados.

Foi daí em diante que alguns especialistas começaram a acreditar que o animal podia exceder as 10 toneladas, chegando a incríveis 20 ou 22 toneladas. Mas a problemática seria outra: com braços tão compridos e sendo tão pesado, para uma estrutura frágil, então esse animal deveria ser um quadrúpede, certo? Caso contrário ele se arrebentaria com o próprio peso. Alguns, incluindo a mim, acreditam nisso. Outro fator seria o equilíbrio do dinossauro, que seria mortalmente abalado pelo peso excessivo para estrutura óssea tão frágil.

Depois disso, até estrela de cinema o Espinossauro se tornou, quando, prestem bem atenção, baseado em ALGUNS OSSOS, o velho Jack Horner, se não me falha a memória, disse pessoalmente a equipe da Universal Studios, a produtora de Jurassic Park, que se queriam colocar um animal em sua terceira franquia que pudesse vencer um T.rex, que fosse o Espinossauro. Mas, apesar da indignação da grande maioria, eu deixo este assunto para outro post, no Especial JP ///: T.rex x Spino.

Desde então o Espinossauro acabou sendo mitificado, como um enorme e poderoso dinossauro carnívoro, e não apenas isso, mas muitos o consideram como O maior de todos.

Outros, mais sensatos o enquadram como atingindo cerca de 12 a 15 metros de comprimento, pesando cerca de 4 a 6 toneladas e chegando a 5 metros de altura [6m na barbatana].

Pessoalmente acho muito difícil um dinossauro carnívoro atingir tal tamanho e peso, quando digo isso, me refiro a ‘entre 17 e 21 metros de comprimento por 20 toneladas’. Um tanto quanto improvável ter uma tonelada por metro de comprimento, seria como se uma pessoa, saudável e não obesa, tivesse, digamos 1,90 m de altura e pesasse 190 kg!!!

Claro e evidente é que, desde sua descoberta, há cerca de 100 anos, já se constatava que poderia ser tão comprido (ou mais) do que um T.rex, porém, sempre se salientou sua estrutura mais esguia e longilínea.

Talvez o maior pesadelo de um Spinosaurus fosse outro grande predador que habitava a África na mesma época e local: o Carcharodontosaurus saharicus.

Na imagem acima, três possíveis reconstruções caudais de um Spinosaurus, o que poderia  ensejar no porque da variação de estimativas para a espécie.

Esse será o tema do post de amanhã: quem venceria Carcarodontossauro ou Espinossauro?

DADOS DA FERA:
Nome: Spinosaurus Aegypticus
Significado: "Lagarto Espinhoso do Egito".
Tamanho: 12 a 17 metros de comprimento, 4 a 6 metros de altura e até 7 toneladas de peso.
Época: Há cerca de 95-90 milhões de anos atrás
Fatos: Considerado por muitos como o mais comprido carnívoro. Porém tal fato carece de estudos mais aprofundados, e quanto a seu incrível tamanho e peso, apenas o tempo confirmará, ou não. Com toda certeza atingia pelo menos de 13 a 14 metros de comprimento.
----------------------------------------------------------------------------------
Nome: Spinosaurus Marrocanus
Significado: "Lagarto Espinhoso do Marrocos"
Tamanho: até 11 metros de comprimento, até 4.5 metros de altura e 4 toneladas de peso.
Época: Há cerca de 100 milhões de anos atrás
Fatos: Trata-se de espécie menor do gênero Spinosaurus. Além de menor e mais leve, possivelmente mais ágil.

10 comentários:

  1. O espinossauro chega 19 metros de comprimento e pesa 20 toneladas.
    Sua barbatana era para controlar a temperatura de seu corpo ou para atrair as fêmeas. Ele era tão forte que podia vencer um T-Rex numa batalha. Sua barbatana era bem colorida e a cabeça parecia de um crocodilo, longa e triangular.

    Felipe Henrique - 8 anos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. BOM, agradeço pelo comentário, mas, quanto a veracidade de o Espinossauro ser mesmo, com provas
      imbatíveis, e com um esqueleto ao menos, 50% completo, o maior carnívoro, é algo discutível.

      Entendo que do gosto de alguns, muitos, no caso, crianças e jovens de gerações mais recentes, o Espinossauro exerce uma espécie de fascínio, tal qual o T.rex exercia em minha época de criança.

      Principalmente após o primeiro longa Jurassic Park, de 1993. Devo lhes dizer que também fiquei maravilhado em imaginar dinossauros como os do filme.

      E entendo, mesmo o fato de que, atualmente o Espinossauro é muito mais famoso do que há vinte anos atrás ou mais, e, que é um dos favoritos.

      MAS, garotada, não se esqueçam de que, achar que o Espinossauro é o maior carnívoro é bem diferente de comprovar que o Espinossauro é, mesmo, o maior carnívoro.

      Por enquanto, ele é tido como, mas não existem provas SUFICIENTES que sustentem tal hipótese.

      Eu sei que vocês estão pensando que eu poderia falar muito mais sobre este animal, conforme seus comentários e opiniões, porém, neste post, eu venho apenas para mostrar a diferença física e corporal, as modificações que o Espinossauto possuía, em comparação com outros carnívoros.

      Eu, pessoalmente acredito que ele seja mesmo o dino carnívoro mais comprido, e o mais diferente.

      Mas, para ser O MAIOR, ele precisa ser mais alto e mais pesado do que o Giganotosaurus, o Carcharodontosaurus e o Tyrannosaurus. Até então, pelo que sabemos, e podemos provar e comprovar, estes três últimos eram grandes dinos carnívoros e, com toda certeza, fisicamente muito robustos e fortes.

      Enquanto um novo fóssil não é localizado, ficamos com o benefício da dúvida e a incerteza. Para o fãs do Espinossauro isso é positivo, afinal sua imagem de monstro sanguinário será mantida.

      Portanto, até que aparecem novas evidências e provas, concretas, de que ele era tão grande e pesado, eu, pessoalmente o coloco num patamar abaixo dos três dinossauros que mencionei acima, porque, mesmo que o Espino fosse muito comprido, e, provavelmente ele era mesmo, acho difícil do mesmo ter sido tão exageradamente pesado.

      Abraços, obrigado e até mais...

      Excluir
  2. espinossauro era o maior dino carnivoro do mundo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. BOM, agradeço pelo comentário, mas, quanto a veracidade de o Espinossauro ser mesmo, com provas
      imbatíveis, e com um esqueleto ao menos, 50% completo, o maior carnívoro, é algo discutível.

      Entendo que do gosto de alguns, muitos, no caso, crianças e jovens de gerações mais recentes, o Espinossauro exerce uma espécie de fascínio, tal qual o T.rex exercia em minha época de criança.

      Principalmente após o primeiro longa Jurassic Park, de 1993. Devo lhes dizer que também fiquei maravilhado em imaginar dinossauros como os do filme.

      E entendo, mesmo o fato de que, atualmente o Espinossauro é muito mais famoso do que há vinte anos atrás ou mais, e, que é um dos favoritos.

      MAS, garotada, não se esqueçam de que, achar que o Espinossauro é o maior carnívoro é bem diferente de comprovar que o Espinossauro é, mesmo, o maior carnívoro.

      Por enquanto, ele é tido como, mas não existem provas SUFICIENTES que sustentem tal hipótese.

      Eu sei que vocês estão pensando que eu poderia falar muito mais sobre este animal, conforme seus comentários e opiniões, porém, neste post, eu venho apenas para mostrar a diferença física e corporal, as modificações que o Espinossauto possuía, em comparação com outros carnívoros.

      Eu, pessoalmente acredito que ele seja mesmo o dino carnívoro mais comprido, e o mais diferente.

      Mas, para ser O MAIOR, ele precisa ser mais alto e mais pesado do que o Giganotosaurus, o Carcharodontosaurus e o Tyrannosaurus. Até então, pelo que sabemos, e podemos provar e comprovar, estes três últimos eram grandes dinos carnívoros e, com toda certeza, fisicamente muito robustos e fortes.

      Enquanto um novo fóssil não é localizado, ficamos com o benefício da dúvida e a incerteza. Para o fãs do Espinossauro isso é positivo, afinal sua imagem de monstro sanguinário será mantida.

      Portanto, até que aparecem novas evidências e provas, concretas, de que ele era tão grande e pesado, eu, pessoalmente o coloco num patamar abaixo dos três dinossauros que mencionei acima, porque, mesmo que o Espino fosse muito comprido, e, provavelmente ele era mesmo, acho difícil do mesmo ter sido tão exageradamente pesado.

      Abraços, obrigado e até mais...

      Excluir
  3. "Então esse animal deveria ser um quadrupede..." Como foi que você advinhou que ele era realmente um animal quadrupede antes da pesquisa do Ibrahim??? De qualquer jeito muito boa a postagem! XD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo elogio.

      Então, eu simplesmente usei a lógica, afinal, observe que chegando a certo tamanho começa a ficar complicado para um animal andar sobre suas patas traseiras. Isso não impede que ele tenha pernas musculosas o suficiente para fazê-lo, mas, convenhamos, dificulta bastante, partindo do ponto que a estrutura do Espinossauro era mais grácil...e além de lutar, caçar e pescar, que outra utilidade poderia ter um braço comprido e forte? Penso para se levantar ou mesmo para caminhar sobre quatro patas em alguns momentos, quem sabe até mesmo durante uma caça.

      Além disso, relembro a todos que os braços do Espinossauro não eram tão magníficos assim, como os do Spinosaurus aegypticus "robustus", como é chamado o de JP///...é só procurar que encontram as diferenças.

      De qualquer forma, em breve espero fazer uma postagem que diferencie ambos, o Spinosaurus e o Spinosaurus de JP///.

      Abraços.

      Excluir
    2. MAS...o fato das modificações feitas no vilão de JP/// não tornam o animal menos magnífico ou intrigante, interessante.

      Afinal, um dinossauro nadador e com uma vela nas costas que provavelmente regularia sua temperatura é algo que merece ser apreciado.

      E se for mesmo o maior carnívoro, que legal. Isso só não muda o fato de que continuo não o vendo como o mais forte.

      Excluir
    3. Concordo plenamente com você. Antes eu achava que o Spinosaurus vencia o T. rex (engano feio meu) devido ao seus braços, mas para matar um terópode gigante e musculoso como o T. rex, teria de dar 5 ou mais patadas. Acho que Spinosaurus só é maior que outros carnívoros em comprimento, mas em altura e peso, ele é superado pelos 3 outros gigantes (T. rex, Giga e Carcha). Mas tamanho e braços não é tudo! Ainda acho Spinosaurus um dino bacana, ainda tem muitos Spino-fans que estão revoltados com a pesquisa do Ibrahim alegando que aquele era um espinossaurídeo novo, enfim, eles ainda tem muito à estudar e precisam aceitar o dinossauro do jeito que ele é, e não pela fama! Não é verdade? Abraços.

      Excluir
    4. E se quiser, visite meu blog com a luta e vantagens dos dois:

      http://nerdsopinions.blogspot.com.br/2014/09/trexvsspino.html

      (Só os fatos!)

      Excluir